Retrofit – Quando a história vira tendência

Você já ouviu falar do termo “retrofit”?

Numa tradução livre, ele significa “antigo em boa forma”. A palavra foi criada na Europa para denominar uma tendência na arquitetura e no design que deveria solucionar o seguinte problema: como renovar edifícios antigos e históricos que não podem sofrer reformas radicais?

O retrofit é a revitalização do retrô. Mas não se trata, apenas, de uma restauração, a tendência reforça o conceito de preservação da memória e da história de cada espaço. O imóvel ou cômodo é revitalizado, mas suas características intrínsecas devem ser mantidas.

A tendência busca o renascimento. Funciona como uma homenagem às decorações mais antigas que tem toda a sua essência respeitada. As mudanças trazem tecnologias e outros toques de modernidade que deixam o ambiente mais confortável e funcional. Reforço de estrutura, fechamento, acabamentos, substituição e modernização de elétrica são algumas possíveis etapas de uma obra retrofit.

E se o imóvel é novo, como utilizar esse estilo? É só misturar o melhor dos dois mundos. Na cozinha, por exemplo, você pode criar ou manter os frisos e detalhes dos móveis, além de escolher fogões, coifas e geladeiras com um desenho mais arcaico. O toque contemporâneo fica por conta dos cooktops e dos eletrodomésticos inovadores.

E aí, curtiu? Conte nos comentários o que você achou dessa tendência.

(0) Comentários

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *