Saiba como conservar as ferramentas elétricas da sua marcenaria!

Quarta 1

Separamos alguma dicas para que você também possa conservar as ferramentas elétricas da sua marcenaria:

– Armazenagem

O armazenamento ideal deve ser um dos primeiros pontos a ser observado para manter as ferramentas elétricas em boas condições. Assim, os equipamentos devem ser protegidos da umidade e conservados em um local seco. Uma boa dica é conservar as embalagens do fabricante, geralmente caixas plásticas resistentes, pois elas auxiliarão também na hora de transportar as ferramentas para demais locais.

– Tomadas e Extensões

Observar as tomadas é um dos pontos mais importantes quando o assunto são ferramentas elétricas. Isto porque, no geral, os operadores costumam cortar as pontas de tomadas dos cabos das ferramentas elétricas para facilitar sua ligação em qualquer ponto de energia. Este procedimento é, além de errado, muito perigoso e pode afetar a segurança tanto de quem está operando, quanto de qualquer outra pessoa que esteja na marcenaria. A melhor opção é fazer uso de uma extensão adequada, de modo a compatibilizar a ferramenta com o tipo de tomada que será utilizada.

– Limpeza e cuidados

Desconectar as ferramentas da energia antes de realizar a limpeza é essencial. Utilizar um pincel macio para limpar os resíduos de materiais que ficarem sobre o equipamento e quando possível, utilizar um compressor de ar para retirar os resíduos das ferramentas. Além de limpar as entradas e saídas de ar das ferramentas elétricas de modo a mantê-las livres e evitar superaquecimentos em outras ocasiões de uso.

– Crie Um Cronograma De Manutenção

Estabelecer uma rotina de manutenção preventiva para as ferramentas pode parecer uma tarefa a mais no seu já corrido dia a dia, mas os benefícios compensam. Esse cronograma depende de uma série de fatores: a matéria-prima das ferramentas, o material que está sendo trabalhado e, principalmente, o volume de trabalho. Existem algumas regras gerais – como trocar a serra a cada 20 a 25 afiações –, mas o melhor é consultar os fabricantes.

E você, gostou dessas dicas? Compartilhe a sua opinião nos comentários abaixo.

Dicas para a sua clientela: decoração com espelhos

Além de deixar o ambiente mais moderno e elegante, utilizar espelhos na decoração transforma a dimensão do espaço. Isso acontece porque quando a luz é refletida pelo espelho, ela causa a impressão de que o cômodo é maior do que a realidade.

Para criar esse efeito, você pode abusar da criatividade e fazer diversas composições. Mas se a intenção é realmente aumentar o espaço, a dica é completar a parede ou o espaço reservado do chão até o teto. Sem espaço entre os espelhos, a impressão de amplitude é maior.

A sua decoração pode ter peças com ou sem molduras ou, ainda, elas podem ser fixadas lado a lado na parede, da mesma forma que se faz com os quadros.

Incorporar os espelhos  nos móveis planejados também traz sofisticação e ajuda a ampliar os ambientes.

Você também pode combinar espelhos de formas geométricas diferentes ou seguir um padrão para estruturar uma nova forma, como um quadrado ou retângulo completado por espelhos.

De qualquer maneira, é importante estar atendo ao local escolhido para pendurar as peças. A luz refletida pode incomodar se estiver no cômodo ou na posição errados. É importante lembrar que nada pode interferir no bem-estar e no conforto da sala. A peça não pode ser instalada, por exemplo, na área que fica bem em frente ao sofá. Já a parede que fica atrás do móvel estofado é um lugar ótimo para espelhos.

Gostou das dicas? Faltou alguma coisa? Deixe a sua opinião nos comentários e compartilhe essa dica com os seus amigos ou clientes que se interessam pelo assunto.

Inspire-se: história e obras de Antonio Canova

Grandes nomes da História da Arte mundial são ótimas fontes de inspiração para quem trabalha com criação ou execução de projetos arquitetônicos. Antonio Canova foi um escultor e pintor de Veneza que presenteou o mundo com a riqueza de detalhes e perfeição de suas esculturas.

Leia +

O lugar ideal para posicionar a TV

Para o seu projeto de estante ou rack da sala de estar receber a melhor finalização, saiba como descobrir a posição e o tamanho ideal para colocar a televisão. A partir do tamanho da sala e da distância entre os móveis, existem cálculos matemáticos que ajudam a responder essas questões.

Leia +

Home office: lembretes para o seu projeto

Antes de começar o seu projeto de home office, é importante se perguntar pra quais atividades ele será usado e em quais horários. Essas informações ajudam a deixar o seu planejamento completo para todas os objetivos do escritório.

Separamos algumas dicas que podem ajudar na realização do home office.

Leia +

Cozinhas coloridas: você já conhece essa tendência?

As cozinhas estão ganhando destaque por estarem cada vez mais coloridas. Agora, pastilhas tradicionais, tijolinhos rústicos e armários em MDF estão dividindo o espaço com azulejos coloridos e geométricos. Geladeiras, bancadas e utensílios também ajudam a colorir esse cômodo tão frequentado da casa.

Leia +

Retrofit – Quando a história vira tendência

Você já ouviu falar do termo “retrofit”?

Leia +

Modernize os seus projetos com a fita de LED

As lâmpadas de LED trazem o melhor custo-benefício para a iluminação dos espaços, mas você sabia que essa tecnologia também pode ser usada pra decorar? Um dos produtos feitos com esse tipo de luminosidade é a fita de LED. E ela faz exatamente o que o nome diz: é um fio de luz para deixar a iluminação dos ambientes ainda mais moderna e aconchegante.

Leia +

Cinco dicas para organizar melhor a sua marcenaria

Cada marcenaria tem as suas características próprias como tamanho, especialidade, mercado de atuação, quantidade e diversidade de materiais no estoque. Independente das necessidades do seu negócio, a organização é fundamental para garantir a saúde financeira e o crescimento sólido.
Uma das principais regras para alcançar a organização é ter um nível de armazenamento que acompanhe a venda dos produtos, ou seja, ter um estoque bem administrado e evitar gastos desnecessários com materiais. Veja algumas dicas:

 

Leia +

Cinco lições de Oscar Niemeyer que podem nos inspirar

O Brasil tem muitos motivos para sentir orgulho da sua contribuição para a arquitetura moderna mundial e o gênio Oscar Niemeyer é uma delas.

Dentre as obras mais famosas do arquiteto estão os projetos da cidade de Brasília (DF), a sede das Nações Unidas, em Nova Iorque (EUA), o Museu da Arte Contemporânea, em Niterói (RJ), o Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba (PR), o Ibirapuera (SP), o Sambódromo da Marquês de Sapucaí (RJ), entre tantos outros monumentos e construções dentro e fora do país.

Como podemos nos inspirar na generalidade e criatividade do arquiteto em nosso dia a dia? De que forma é possível aplicar os seus ensinamentos na área de arquitetura? Nós separamos algumas lições deixadas por ele para que você se inspire:

1.Defina a sua personalidade

Quem olha para uma obra de Oscar Niemeyer logo percebe que ela é de sua autoria. Isso se chama identidade formal. No caso do arquiteto, as curvas e formas elementares são a característica principal de sua obra. Pense no que mais te inspira, as cores e as formas que combinam com a sua personalidade e aplique-as, como forma de criar a sua marca autoral.

2. Cuidado com as modas passageiras
O trabalho de Oscar Niemeyer sobrevive ao tempo e isso faz com que suas obras sejam notórias mesmo com o passar dos anos. Seu estilo moderno mantêm a relevância e continua sendo admirado apesar das tendências passageiras.

3. Acredite nas suas ideias
Mesmo com muitas críticas às suas obras, Niemeyer seguiu firme com a sua postura e estilo arquitetônico. A adoção de curvas para substituir os ângulos e as retas foi o que conferiu fluidez ao seu trabalho e personalidade às suas obras. “De curvas é feito todo o universo”, ele dizia e em nenhum momento voltou atrás.

4. Aprenda com quem é mais experiente
Niemeyer teve um grande mentor, o arquiteto suíço Le Corbusier que ele conheceu durante o seu primeiro estágio não remunerado no escritório de Lúcio Costa e Carlos Leão. O aprendizado lhe permitiu projetar o prédio O Berço, em 1937, no Rio de Janeiro. Valorizar o que os mais experientes têm a ensinar é extremamente importante para se tornar mais criativo e aperfeiçoar o seu trabalho.

5. Coloque o seu trabalho antes do dinheiro
Oscar Niemeyer tinha a fama de ser desprendido do dinheiro e não acumulou fortunas. “Eu não quero nada além da felicidade geral”, disse certa vez. Para ele, a arquitetura como expressão dos seus ideais e como ferramenta para criar um mundo mais igualitário e otimista era a razão de seu trabalho. O dinheiro estava em um plano secundário.